Devocionais

Um grande pedido


Por
Por: Charles Stanley

(
(email protegido)
)

Ontem vimos a promessa de Deus em João 14:14. Muitas vezes as pessoas tomam o verso para implicar: "Se você me perguntar alguma coisa, eu vou." Eles perdem a frase mais essencial: "em meu nome".

Pedir em nome de Cristo tem dois significados. Primeiro, os crentes são bem-vindos a fazer pedidos que se alinhem com o propósito e plano de Deus. Para fazer isso, precisamos perguntar a ele se nossas orações correspondem à sua vontade. Deus tem várias maneiras de assegurar aos seguidores que eles estão no caminho certo. Por exemplo, Ele pode aumentar os desejos certos ou diminuir os errados. Outra possibilidade é que Ele use Sua Palavra para redirecionar os passos de um cristão ou para confirmar que ele está no caminho certo. Deus sempre faz sua vontade clara para o homem ou mulher que procura conhecê-la.

Segundo, invocar o nome de Cristo significa que queremos glorificá-lo em vez de nós mesmos. Tiago dá este aviso: "Você pede e não recebe porque o faz com motivos incorretos para que possa gastá-lo em seus prazeres" (Tiago 4: 3). Para entender isso, considere aqueles que estão tentando orar para sair de um buraco financeiro. A questão é: uma pessoa quer sair da dívida para ter mais para si ou para usar o excesso de maneiras que honram a Deus? As razões são aparentes para Deus. Ele não oferecerá ajuda até que nosso coração esteja certo.

Em nome de Jesus Cristo, há poder abundante. No entanto, invocá-lo em oração não é um encantamento mágico para conseguir o que queremos. Pelo contrário, é um sinal de que estamos abandonando nossos desejos pessoais e nossa maneira de fazer as coisas. Ao fazer isso, nos comprometemos a seguir a Deus e honrá-lo.

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: