Devocionais

Resgatado das Trevas

Colossenses 1: 1–14

Em agosto de 2010, 33 homens ficaram presos em uma mina de cobre e ouro no deserto de Atacama, no Chile. Eles passaram 69 dias presos 2.300 pés abaixo do solo. Em 13 de outubro de 2010, os homens foram resgatados, trazidos à superfície um de cada vez, enquanto cerca de um bilhão de pessoas em todo o mundo assistiam. Um jornal britânico relatou: “Uma profunda religiosa impulsionou o resgate; mineiros, famílias e equipes de resgate acreditam que suas orações foram atendidas. ”

Depois de passar dias com medo e escuridão, os mineiros presos primeiro viram um raio de luz e depois ouviram as vozes de seus socorristas. E a passagem de hoje, a abertura da carta de Paulo aos Colossenses, retrata um sentimento ainda maior de gratidão a Deus, que nos resgatou do “domínio das trevas” (v. 13).

Esses “irmãos e irmãs em Cristo” (v. 2) foram testemunhas fiéis e exibiram o amor de Cristo. E sua fé e testemunho consistente estavam dando frutos. Vidas estavam sendo mudadas (vv. 4-8). Paulo assegurou a esses crentes suas orações contínuas em favor deles, lembrando-nos da importância de orar por nossos irmãos e irmãs em Cristo. Paulo orou não para que estivessem livres de todo dano, mas para que “vivessem uma vida digna do Senhor” (v. 10). Paulo desejou que os crentes nesta igreja fossem fortalecidos com o poder do Espírito Santo, para que pudessem conduzir a corrida cristã com perseverança.

A seguir, vemos a razão mais importante para que Colossenses, Paulo e todo crente se regozijem. Fomos resgatados das trevas e movidos para o “reino da luz” (v. 12). Podemos ter certeza de que nossos pecados são perdoados e que fomos redimidos – de uma vez por todas – pelo sangue do Cordeiro (v. 14)!

Aplique a palavra

Imagine a alegria que os mineiros sentiram quando perceberam que a ajuda havia chegado. Essa é uma fração da alegria que podemos ter todos os dias porque Jesus pagou nossas dívidas, nossos pecados são perdoados e somos eternamente redimidos. Deixe que essa verdade incrível afunde e dê graças hoje por ter sido salvo para sempre do domínio das trevas.

DE Jamie Janosz

Jamie Janosz atua como gerente de desenvolvimento de conteúdo do Moody Bible Institute. Ela escreve devocionais mensais para Hoje na Palavra e publicou ensaios de não ficção com O cristianismo hojeO blog Her.meneutics. Recentemente Jamie escreveu um livro intitulado Quando outros estremeceram: oito mulheres que se recusaram a desistir (Editores Moody). Jamie estudou teologia e redação no Moody Bible Institute, Columbia College e Illinois State University. Ela mora na costa atlântica da Flórida com o marido, Milt, e a filha, Sabrina.

Fonte: Today in the Word

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: