Devocionais

Palmeiras na casa de Deus


Por
Mapa cruzado

(
(email protegido)
)

No outono de 2004, uma série de furacões atingiu a costa da Flórida. As reportagens relataram ventos terríveis, casas destruídas, pessoas mortas e bilhões de dólares em danos. Para enfatizar a ferocidade das tempestades, as câmeras de televisão se concentravam inevitavelmente no litoral enquanto as ondas alcançavam alturas incomensuráveis ​​e as palmeiras se inclinavam para o chão.

Sempre de pé, às vezes curvando-se, raramente quebrando, essas árvores têm sido uma fonte de admiração por milhares de anos. O salmista escreveu que nós, como crentes em Deus, somos como a palmeira. Por que essa pretensão metafórica?

As palmeiras crescem em todo o mundo e em milhares de variedades. Eles produzem frutos por inúmeros anos e permanecem verdes, na época e fora. Alguns crescem altos e majestosos, outros crescem em forma de videira e parecem passar despercebidos, mas extremamente fortes. Acima de tudo, as palmas das mãos são difíceis de levantar, elas estão ali, em silêncio, bebendo água que dá vida. Plantados nas cortes do Senhor, diz o salmista, os justos florescem como palmeiras.

Forte, frutado, verde – na época e no exterior. Eu não estou lá ainda. É você? O salmista diz que nós estaremos. Quando furacões atacam nossas vidas (e eles o farão!), Nós também nos levantaremos se nossas raízes descerem para beber água viva e nossos olhos a admirarem.

Oração: Oh Altíssimo, apesar das fortes tempestades, podemos florescer nos seus cortes.

Tammy De Ruyter

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: