Devocionais

Auto julgar


Por
A. W. Tozer

(
(email protegido)
)

Todas as outras coisas sendo iguais, um cristão fará progresso espiritual exatamente na proporção de sua capacidade de criticar a si mesmo.

Paulo disse: "Mas se nos julgarmos, não seremos julgados" (1 Coríntios 11:31). Nós escapamos do julgamento crítico de Deus exercendo um julgamento crítico. É tão simples como isso.

Muitas vezes ouvimos o axioma "A prática leva à perfeição". O fato é que a prática, longe de ser perfeita, na verdade confirma nossas falhas, a menos que seja realizada com um espírito humilde e autocrítico. Toda a filosofia da instrução é baseada na ideia de que o aluno está errado e está tentando fazer a coisa certa. Nenhum professor pode corrigir o aluno a menos que o aluno se aproxime dele com humildade. A única atitude apropriada para o estudante é de humilde desconfiança. "Eu sou ignorante", diz ele, "e estou disposto a ser ensinado, estou errado e estou disposto a ser corrigido". Nesse espírito infantil, a mente torna-se capaz de melhorar.

Oração

Senhor, deixe-me ser mais sensível ao Espírito ao tentar expor meu pecado e fraqueza através da Sua Palavra e do povo.

Pensando

Não é melhor nos julgarmos antes que alguém o faça? A crítica dos outros nem sempre é correta, mas às vezes Deus nos critica por meio de outras pessoas.

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: