Devocionais

A verdade em nós


Por
De Charles Haddon Spurgeon

(
(email protegido)
)

A verdade estava em Caio e Caio andava na verdade. Se o primeiro não tivesse sido o caso, o segundo nunca poderia ter acontecido; e se o segundo não pudesse ser dito sobre ele, o primeiro teria sido uma simples pretensão. A verdade deve entrar na alma, penetrá-la e saturá-la, ou então não tem valor. As doutrinas que são mantidas como uma questão de credo são como pão na mão, que não tem utilidade para a moldura; mas a doutrina aceita pelo coração é como alimento digerido que, pela assimilação, sustenta e constrói o corpo. Em nós, a verdade deve ser uma força viva, uma energia ativa, uma realidade residente, uma parte da trama e a deformação do nosso ser. Se está em nós, não podemos prosseguir. Um homem pode perder suas roupas ou seus membros, mas suas partes internas são vitais e não podem ser arrancadas sem uma perda absoluta de vida. Um cristão pode morrer, mas ele não pode negar a verdade.

Agora é uma regra da natureza que o interior afeta o exterior, uma vez que a luz brilha do centro da lanterna através do vidro: quando, portanto, a verdade é acesa dentro dela, seu brilho logo brilha a vida exterior e a conversa. Diz-se que a comida de certos vermes colore os casulos de seda girando e, assim, a nutrição na qual a natureza interna de um homem vive dá um tom a cada palavra e ação que vem dela. Andar na verdade, importa uma vida de integridade, santidade, fidelidade e simplicidade, produto natural dos princípios da verdade que o Evangelho nos ensina e que o Espírito de Deus nos permite receber. Podemos julgar os segredos da alma por sua manifestação na conversa do homem. Que nosso, oh, Espírito da graça, seja governado e governado por sua autoridade divina, de modo que nada falso ou pecaminoso possa reinar em nossos corações, de modo que não estenda sua má influência a nossa caminhada diária entre os homens.

Noite

Não é egoísta

Procurando pela riqueza de seu povo. (Ester 10: 3 KJV)

Mardoqueu era um verdadeiro patriota e, portanto, ao ser exaltado à mais alta posição de Assuero, usou sua eminência para promover a prosperidade de Israel. Nisso ele era um tipo de Jesus que, em seu trono de glória, não busca o seu próprio, mas gasta seu poder para seu povo. Seria bom que todo cristão fosse um Mardoqueu para a igreja, lutando de acordo com sua capacidade de prosperidade. Alguns são colocados em estações de influxo e influência, que honram o seu Senhor nos altos da terra e testificam por Jesus diante dos grandes homens. Outros têm o que é muito melhor, isto é, a íntima comunhão com o Rei dos reis, que eles se certificam de orar diariamente pelos fracos do povo do Senhor, aqueles que duvidam, aqueles que são tentados e aqueles que não têm consolo. Ele arrebanhará sua honra se fizerem muita intercessão por aqueles que estão na escuridão e não se atrevem a se aproximar do propiciatório. Os crentes educados podem servir grandemente ao seu Mestre se apresentarem seus talentos para o bem geral e transmitirem a outros sua riqueza de aprendizado celestial, ensinando-lhes as coisas de Deus. O mínimo em nosso Israel pode pelo menos buscar o bem-estar de seu povo; e seu desejo, se você não puder dar mais, será aceitável. É tanto o caminho mais cristão quanto o mais feliz para um crente parar de viver para si mesmo. Aquele que abençoa os outros não pode deixar de ser abençoado. Por outro lado, buscar nossa própria grandeza pessoal é um plano de vida maligno e infeliz, seu caminho será sério e seu fim será fatal.

É este o lugar para lhe perguntar, meu amigo, se você é o melhor de seu poder em busca da riqueza da igreja em sua vizinhança? Confio em que você não erre por amargura e escândalo, nem enfraqueça com sua negligência. Amigo, junte-se aos pobres do Senhor, carregue sua cruz, faça tudo o que puder e não perderá sua recompensa.

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: