Devocionais

A salvação está na recepção.


Por
De Charles Haddon Spurgeon

(
(email protegido)
)

A vida da fé é representada como receber, um ato que implica o oposto de algo como mérito. É simplesmente a aceitação de um presente. Como a terra bebe na chuva, como o mar recebe as correntes, como a noite aceita a luz das estrelas, assim nós, sem dar nada, participamos livremente da graça de Deus. Os santos não são, por natureza, poços ou riachos, são cisternas nas quais a água viva flui; são vasos vazios nos quais Deus derrama sua salvação. A ideia de receber implica um sentimento de realização, tornando o assunto uma realidade. Não se pode receber uma sombra muito bem; recebemos o que é substancial: é assim que na vida de fé, Cristo se torna real para nós. Enquanto estamos sem fé, Jesus é um mero nome para nós, uma pessoa que viveu há muito tempo, há tanto tempo que sua vida é apenas uma história para nós agora. Por um ato de fé, Jesus se torna uma pessoa real na consciência do nosso coração. Mas receber também significa pegar ou apreender. O que recebo se torna meu: eu me aproprio do que recebo. Quando eu recebo Jesus, Ele se torna meu Salvador, tão meu que nem a vida nem a morte podem me roubar Dele. Tudo isso é para receber a Cristo, para levá-lo como um dom gratuito de Deus; para perceber isso no meu coração e se apropriar dele como meu.

A salvação pode ser descrita como o cego que recebe a visão, o surdo que recebe a audiência, o morto que recebe a vida; mas não somente recebemos essas bênçãos, mas também recebemos CRISTO JESUS. É verdade que ele nos deu a vida dos mortos. Ele nos deu o perdão do pecado; Ele nos deu justiça imputada. Estas são todas coisas preciosas, mas não estamos felizes com elas; Nós recebemos o próprio Cristo. O Filho de Deus foi derramado sobre nós, e nós o recebemos e nos apropriou. Que coração deve ser Jesus, porque o próprio céu não pode contê-lo!

Noite

Trabalho secreto da alma

O Mestre diz: Onde fica o quarto de hóspedes, onde irei comer a Páscoa com os Meus discípulos? (Marcos 14:14 KJV)

Jerusalém na época da Páscoa era uma grande hospedaria; cada chefe da família convidou seus amigos, mas ninguém convidou o Salvador e não tinha lugar próprio. Foi pelo seu próprio poder sobrenatural que ele encontrou um quarto superior para manter a festa. Isso é verdade até hoje: Jesus não é recebido entre os filhos dos homens, exceto nos casos em que, por Seu poder e graça sobrenatural, Ele torna o coração novo novamente. Todas as portas estão abertas o suficiente para o príncipe das trevas, mas Jesus deve fazer o seu caminho ou ficar nas ruas. Foi através do poder misterioso exercido por nosso Senhor que o chefe da casa não fez nenhuma pergunta, mas ao mesmo tempo abriu seu quarto com alegria e alegria. Não sabemos quem ele era e o que ele era, mas aceitou prontamente a honra que o Redentor propôs a ele.

Da mesma forma, ainda é descoberto quem são os eleitos do Senhor e quem não são; porque quando o evangelho alcança alguns, eles lutam contra isto e não o terão, mas quando os homens o recebem, eles o recebem com satisfação, isto é uma indicação segura de que há uma obra secreta na alma e que Deus escolheu. Para a vida eterna. Você está disposto, caro leitor, a receber a Cristo? então não há dificuldade no caminho; Cristo será seu convidado; Seu próprio poder está trabalhando com você, fazendo você disposto.

Que honra receber o Filho de Deus! O céu do céu não pode contê-lo e, no entanto, Ele condescende em encontrar uma casa em nossos corações! Nós não somos dignos de Ele vir debaixo do nosso teto, mas é um privilégio inefável quando Ele condescende a entrar! pois então Ele faz uma festa, e nos faz comemorar com Ele guloseimas reais, nós nos sentamos em um banquete onde os alimentos são imortais, e damos imortalidade àqueles que se alimentam disso. Abençoado entre os filhos de Adão, que entretém o Senhor dos anjos.

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: