Devocionais

1 Crônicas 21: 1-3, João 5: 17-19


Por
Mapa cruzado

(
(email protegido)
)

O reino de Davi foi estabelecido e abençoado. Seus inimigos foram subjugados e pagando tributo. Quando o inimigo espiritual não podia atacar de fora, atacava por dentro. Satanás pode inspirar os homens a atacar o povo de Deus. Quando isso falhar, ele tentará corromper o povo de Deus com idéias impiedosas.

O que foi tão ruim em numerar pessoas? Davi já havia aprendido repetidas vezes que a vitória não era sobre forças superiores, mas sobre a bênção e direção de Deus. Numerar a nação era uma maneira de contar com seus recursos, caso Deus não estivesse com eles. O que importa quantos homens você preparou para a batalha se Deus não está com você? Isso é contrário a uma lição após outra que Deus mostrou a Davi. Até Joabe, o comandante do exército, sabia que isso era um erro.

Joabe chegou ao ponto em que disse: "Que o Senhor multiplique suas tropas cem vezes mais". Não foi apenas um censo no coração de David, mas também homens com corpos. Ele implorou ao rei que não continuasse com esse pecado, mas o rei não deu ouvidos. Você já experimentou um amigo ou um ente querido que implora a você para não fazer algo porque eles sabiam que não era de Deus e ainda assim você não iria ouvir? Há sempre um ótimo preço a pagar quando fazemos isso. Reconheça os ataques espirituais e considere o conselho bem-intencionado de amigos piedosos. (continuação)

Noite

Jesus lhes disse: "Meu pai está sempre trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando". Por essa razão, os judeus fizeram todo o possível para matá-lo; não só estava quebrando o sábado, mas até chamando a Deus seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus. Jesus lhes deu esta resposta: "Eu lhes digo a verdade, o Filho não pode fazer nada por si mesmo, ele só pode fazer o que vê seu Pai fazendo, porque tudo o que o Pai faz o Filho também faz" (João 5: 17-19 NIV)

Existem duas linhas principais de pensamento sobre o descanso e o trabalho. Alguns acreditam que o sétimo dia de descanso de Deus continua até o presente. Eles acreditam que Deus não intervém ativamente no mundo hoje, mas permite que as leis naturais que Ele estabeleceu guiem todas as coisas. Um exame cuidadoso das Escrituras, mesmo apenas no Antigo Testamento, mostra que isso não é verdade. Ele coloca reis e remove reis. Ele conforta os desalentados e todos os que se voltam para ele. Ele atende ao chamado de todos os que clamam a Ele e conduz os maus por um caminho escuro.

Jesus declarou que o Pai está sempre trabalhando e que Ele também estava trabalhando. Na língua e ambiente originais, essa foi uma declaração clara de sua igualdade com Deus. Ele havia quebrado suas interpretações feitas pelo homem da lei de Deus, e chamou Deus seu pai. Aqueles que dizem que Jesus nunca afirmou ser Deus não estudaram a reação do estabelecimento religioso nos dias de Jesus.

Então Jesus, nosso exemplo em todas as coisas, fez uma declaração muito surpreendente. Ele disse que não fez nada sozinho. Incrível! Ele só fez o que viu o Pai fazer. Ele ouviu e assistiu para ver onde seu pai estava trabalhando e fez o que seu pai estava fazendo. Isso tornaria suas ações completamente impecáveis. Se Jesus tinha a necessidade de viver dessa maneira, quanto mais deveríamos agir quem não é Deus somente quando vemos o Pai em ação? A passagem continua dizendo que o Pai ama o Filho e mostra tudo o que ele faz. O Pai não te ama? Se observarmos com olhos exigentes, reconhecendo o quanto precisamos da sua orientação, ela não nos mostrará o que está fazendo e convidará nossa participação?

Usado com permissão

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: