Bíblia

#TheBibleHasTaughtMe desperta opiniões opostas no Twitter

Veronica Neffinger | Editor, ChristianHeadlines.com | Terça-feira, 3 de maio de 2016


A hashtag #TheBibleHasTaughtMe tem circulado no Twitter, e enquanto alguns dos tweets são positivos e encorajadores, outros são o oposto.

Em uma coluna do Christian Today, o Reverendo Mark Woods escreve que o Twitter muitas vezes pode ser um lugar hostil para os cristãos, como visto em #TheBibleHasTaughtMe.

Alguns dos tweets que usam a hashtag são consistentes com o propósito original da hashtag. #TheBibleHasTaughMe "Não importa o que eu estou passando, eu posso voltar meus olhos para Jesus e ele sempre vai me aceitar de braços abertos", escreveu um usuário no Twitter. #TheBibleHasTaughtMe "seja intrépido", twittou outro; "Que Deus não pode usar ninguém, não importa o que tenha feito no passado", escreveu outro.

No entanto, alguns usuários do Twitter viram a hashtag como uma oportunidade de tirar sarro da Bíblia em que não acreditam.

"# TheBibleHasTeughtMe você pode se casar quantas vezes quiser, contanto que não seja gay." David Baddiel escreveu, ele também publicou uma foto do controverso dependente de Kentucky, Kim Davis, para ilustrar seu ponto.

"#TheBible me ensinou a conhecer o meu lugar como mulher e não falar com meu marido porque eu sou sua propriedade", disse outro usuário do Twitter.

Como alguns usuários do Twitter usaram honestamente a hashtag e outros a usaram para ridicularizar a Bíblia, Woods diz que isso mostra que os cristãos devem estar prontos para enfrentar visões opostas se decidirem usar as mídias sociais.

Uma hashtag como essa também é útil para permitir que os cristãos vejam como os não-cristãos vêem sua fé. Pode ajudar os cristãos a envolver os incrédulos de uma maneira melhor, sugere Woods, porque sua própria fé será desafiada e fortalecida.

Data da publicação: 3 de maio de 2016.

Veja o Artigo Original em Inglês

Divulgação: Versículo da Bíblia

Deixe uma comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: